Templates by BIGtheme NET
SEJA BEM VINDO AO PORTAL DO CONSELHO DE MAÇONS DO TRIÂNGULO

Histórico

 

historico
Histórico

O Conselho de Veneráveis do Triângulo, primeiro nome do Conselho de Maçons do Triângulo, foi idealizado pelo Irmão Antônio Pereira da Silva, então Venerável Mestre da ARLS Luz e Caridade, do oriente de Uberlândia. Nos últimos meses de 1997, depois de apresentar a proposta em sua Loja, o irmão Antônio convidou os demais Veneráveis Mestres do oriente de Uberlândia para uma reunião preliminar na Fundação Maçônica “Manoel dos Santos”, onde apresentou a proposta para apreciação dos demais.
O projeto de criação do Conselho destacava dois aspectos fundamentais, ambos políticos: um interno, procurando a interação mais objetiva entre as Lojas e entre as obediências e outro externo, procurando integrar a Maçonaria na comunidade onde ela se insere.

A ideia foi aprovada e na ocasião elegeu-se uma diretoria provisória assim constituída: Presidente Irmão Antônio Pereira da Silva, Vice-Presidente irmão José Carlos Rissatto; Secretário Irmão Eurípedes de Almeida e Tesoureiro irmão Sílvio Humberto de Azevedo. Ficou determinado na ocasião que o Presidente, o Vice-Presidente e o Secretário apresentasse um projeto do Estatuto do Conselho. A primeira reunião oficial do Conselho aconteceu no dia 09 de janeiro de 1998, no templo na ARLS “Seis de Junho” com a presença dos seguintes Veneráveis Mestres: Antônio Pereira da Silva, da Loja Maçônica “Luz e Caridade”; José Carlos Rissatto da Loja Maçônica “Seis de Junho”; Eurípedes de Almeida, da Loja Maçônica “Cláudio das Neves”; Antônio Mancini, da Loja maçônica “Vigilantes da Ordem”; Geraldo Ferreira Diniz, da Loja Maçônica “Geminiano José das Virgens”; Francisco Carlos D’Ângelo, da Loja Maçônica “Obreiros da Caridade”; Sílvio Humberto Azevedo, da Loja Maçônica “Tiradentes”; Jorge Pereira Lopes, da Loja Maçônica “Takeo Iwace”; Samuel Amaro Júnior, da Loja Maçônica “Acácia do Triângulo”; Uziel José da Silva, da Loja Maçônica “Angelino Pavan” e Dalberto Rezende Neves, Primeiro Vigilante da ARLS “Estrela Uberlandense”, representando o V.’. M.’. da Loja, irmão Ivan Lúcio Pereira. O irmão Silvio Humberto Azevedo fez a leitura do projeto do Estatuto, composto de oito capítulos e trinta e seis artigos, o qual foi aprovado por unanimidade. Posto em votação a diretoria provisória foi ratificada e oficialmente empossada. Estava criado o Conselho de Veneráveis de Uberlândia. Quando o Conselho foi criado apenas as Lojas do Uberlândia eram filiadas, daí porque chamava-se inicialmente Conselho de Veneráveis de Uberlândia. Em 1998 a Loja “São João da Escócia” do oriente de Indianópolis foi a primeira de outro oriente a filiar-se, ato seguido por Lojas de outras cidades da região. Atualmente o Conselho abrange os orientes de: Araguari, Cascalho Rico, Estrela do Sul, Frutal, Monte Alegre de Minas, Monte Carmelo e Tupaciguara e Prata, totalizando 10 (dez) cidades, 33 lojas e um contingente de 2.000 (dois mil) Maçons, aproximadamente. Suas reuniões são mensais e ocorrem em forma de rodízio de modo que, no decorrer do ano, todas as cidade filiadas possam sediar o encontro. Está sendo estudada a fusão do Conselho de Veneráveis do Triângulo com o Conselho de Veneráveis do Alto Paranaíba. Para tanto no dia 17.10.2009 foi realizada no templo da ARLS “Rio das Pedras” oriente de Cascalho Rico, a primeira reunião conjunta das instituições, sendo a idéia muito bem aceita pelos 43 (quarenta e treis) conselheiros presentes. Pelas manifestações declinadas durante e após o encontro, concluiu-se que a semente foi lançada em terreno fértil e irá produzir excelentes frutos.

Em 2017 o Conselho de Veneráveis do Triângulo passou a se chamar Conselho de Maçons do Triângulo, após uma votação pela assembleia.

© 2014 - 2017 CMT - Conselho de Maçons do Triângulo. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Udilink Informática Ltda.